Quinta, 25 de outubro de 2018, 00:00 h - Atualizado em 25/10, 21:10 h

Brasil, nação inculta e bela, potencialmente suicida.

Reflexões de Outubro

Tacy de Campos:Empresarial
Autor: Redação
Foto: Divulgação.

Estas eleições de 2018 mais parecem um kinder ovo, cheia de surpresas e decepções. Quem diria que as aquelas bobagens que eu ouvia em 2012 e 2013 de alguns imbecis por aí sobre a volta da ditadura militar, amadureceriam e se tornariam uma vontade comum de tanta gente? Pessoas indubitavelmente falhas, claro, mas nós que nunca concordamos com elas, também falhamos. Eles são alienados, mas nós também fomos. Superestimamos a massa, acreditamos piamente que a clareza mental era da maioria. Nos iludimos achando que essa terra de “gente de bem” tão pacífica, de pessoas originalmente honestas e bondosas, já era majoritariamente consciente e educada. Nós fomos mesmo é negligentes com nós mesmos, isso sim...


Um povo que esta prestes a eleger um ditador para “tomar o pulso firme” do país pelos próximos anos (que não serão só quatro), não pode ser um povo de mentalidade muito diferente do seu candidato. Observando o desenrolar dessa eleição eu tive a seguinte certeza: o Brasil é perigosamente uma nação suicida. Somos violentos, autoritários, conservadores por herança religiosa, corruptíveis pelo “jeitinho”, doutrinados para obedecer sem questionar. Razão pela qual a opinião do povo brasileiro é extremamente volátil. Manipulável. Um bom ator, dizendo exatamente o que o povo quer ouvir, será escutado, votado e mitificado. Basta ser convincente. Não precisa entender nada de política, já que o próprio povo não entende. O critério é outro.

No Brasil, ainda não surgiu um sistema de ensino que queira de fato educar a mentalidade brasileira, instruir com sabedoria a lição mais elementar de um cidadão: pensar. Como o povo não pensa, ele é refém de quem pensa por ele. E facilmente se deslumbra com os discursos radicais apaixonados, simplistas e descomplicados. São cegos por cultura e por mentalidade. Ignorantes elegem ignorantes. É AÍ QUE MORA O PERIGO! Tudo o que um simplista mal intencionado mais quer é um simplório desgovernado querendo acreditar em qualquer coisa. Some isso aos muitos canalhas reacionários saindo do armário e colocando na conta do tal candidato sua falta de caráter embrionária e você tem o preocupante e emergente quadro que estamos vivenciando hoje.


E digo mais: nossa negligência é premeditada. Como dizia Darcy Ribeiro, a deseducação no Brasil é um plano. E confunde-se propositalmente instrução com educação. Mario Sérgio Cortella explica que grau de escolaridade não é o mesmo que grau de sabedoria. Escola nunca foi termômetro de inteligência ou cultura. Afinal, de que adianta três canudos embaixo do braço e intercâmbio no exterior, se ninguém tem modos no trânsito ou na fila do pão? Isso é a mentalidade de um povo como o nosso, arraigada a séculos e que ninguém se preocupou em mudar. Nós fomos negligentes porque quiseram que nós fossemos assim.
Toda nação tem o governo que merece… Lutemos pela democracia eternamente!


Comentários desta notícia:


26/10, 13:32 h -Vecda :

"Perfeito!"



Comente você também sobre esta notícia:



Colunista do dia
Cel Costa Filho

Cel Costa Filho

Segurança em Debate


Juliana Saraiva

Juliana Saraiva

Coluna Juliana Saraiva




Mais lidas
“Ícaro”: monólogo criado e encenado por ator cadeirante aborda diversidade e preconceito

“Ícaro”: monólogo criado e encenado por ator cadeirante aborda diversidade e preconceito

Em sua estreia como dramaturgo, o ator e bailarino Luciano Mallmann interpreta seis histórias diferentes


Sesi São José promove Oficina de Realização Audiovisual

Sesi São José promove Oficina de Realização Audiovisual

A iniciativa gratuita é aberta a todos os profissionais que têm interesse pela produção cinematográfica


Vitor Kley apresenta pocket show gratuito em Curitiba

Vitor Kley apresenta pocket show gratuito em Curitiba

Autor do hit “O Sol” fará a apresentação durante o evento de aniversário do FRESH Live Market


São José dos Pinhais ganha mini arena de futebol no bairro Campo Largo

São José dos Pinhais ganha mini arena de futebol no bairro Campo Largo

Na manhã deste sábado (23), o município de São José dos Pinhais ganhou uma nova mini arena no bairro Campo Largo da Roseira, na região do Jardim Montreal


Com mais de 350 espetáculos e 2.100 artistas, Fringe 2019 se mantém como uma das principais vitrines do teatro no Brasil

Com mais de 350 espetáculos e 2.100 artistas, Fringe 2019 se mantém como uma das principais vitrines do teatro no Brasil

Evento do Festival de Curitiba, aberto e sem curadoria, o Fringe atrai companhias profissionais voluntárias de todas as partes do País, bem como internacionais.


ROUBAR  – ATIVIDADE EM ALTA

ROUBAR – ATIVIDADE EM ALTA

Todos se perguntam o porque a violência e os assaltos aumentam a cada dia.




Mais notícias desta categoria


Voltar ao topo©Squarebits Software 2016. (Heroku)